Homem recebe alta e afirma que Deus é maior do que o coronavírus

Nic Brows de 38 anos, se considera um “milagre ambulante” após ficar internado na UTI e se livrar do novo coronavírus dias depois.

(Foto: Arquivo Pessoal)

Nic Brown, de 38 anos, morador do Condado de Tuscarawas, em Ohio (EUA), compartilhou sua história de sobrevivência ao novo coronavírus. Ele  reconhece que muitas pessoas estão sofrendo com a doença, além disso muitos estão com medo de contrair a doença que pode ser fatal, principalmente aos idosos. Ainda assim, ele deixou uma mensagem às pessoas diante da pandemia do Covid-19.

“Há esperança em meio a este vírus, Deus é maior que esse vírus. Fique firme!”, disse Brown na segunda-feira (30) em entrevista ao Fox 8 dentro da sua casa.

Brown disse que sempre teve uma boa saúde. Embora tenha tido asma quando era criança, nunca havia sido hospitalizado. Algumas semanas atrás, ele disse que sentiu febre e dor de cabeça. No começo, ele não ficou preocupado, porém os sintomas pioraram rapidamente. O resultado do exame feito em uma clínica na cidade de Cleveland constatou o Covid-19. Ele passou vários dias internado na UTI.

“Chegou ao ponto que eu não conseguia respirar sozinho”, disse Brown. “Eles acabaram me colocando em um respirador e fiquei ligado a aparelhos. Eu sou um milagre ambulante. O apoio que tive de todos, minha família e funcionários do hospital, realmente ajudou. Eu realmente acredito que foi o poder da oração e o apoio da comunidade que fez a diferença”, disse ele.

Antes de sair da UTI, ele fez uma nota de agradecimento à equipe da clínica em que recebeu o tratamento. A Clínica Cleveland compartilhou a mensagem de agradecimento de Brown, escrita em uma porta de vidro onde esteve internado.

“Eu obviamente não conseguia escrever a mensagem na janela, então minha enfermeira naquele dia a escreveu para mim antes de deixarmos a UTI. Foi tão impactante para mim porque, enquanto ela escrevia no vidro, eu via através do vidro a equipe da UTI do outro lado, lendo enquanto ela estava escrevendo”, contou ele na entrevista.

Brown disse que recebeu uma segunda chance na vida e deve muito aos médicos e enfermeiros. “Não sei se já vi pessoas tão interessadas em minha vida”, disse. “Eu realmente vi o amor de Deus através dessas pessoas”, disse Nic Brown.

Brown agora está em casa com sua família. Ele ainda está se recuperando, mas se sente muito melhor. “Não desista, há esperança. É por isso que estou compartilhando minha história”, destacou. Com informações gospel minas.

VER PRIMEIRO

Receba as notícias do Site Por Dentro da Notícia em primeira mão. Clique em curtir no endereço baixo https://www.facebook.com/pordentrodanoticiaoficial/?ref=bookmarks

Next Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Proibida a cópia. Entre em contato conosco