Brasil comemora um dos gols diante do Peru no MaracanãBrasil comemora um dos gols diante do Peru no Maracanã (Buda Mendes/Getty Images)

A seleção brasileira é campeã da Copa América. Os comandados de Tite venceram o Peru por 3 a 1, neste domingo (7), no Maracanã. Cebolinha, Gabriel Jesus e Richarlison marcaram para o Brasil. Guerrero fez o dos peruanos.

A final começou bem diferente do que a torcida brasileira esperava. O Peru começou marcando em cima, com uma postura bem agressiva na defesa. Diferente da goleada sofrida na primeira fase por 5 x 0. A seleção brasileira tinha bastante dificuldade de sair da defesa nos minutos iniciais. Apesar de ter 62% de posse de bola, aos 12 minutos do primeiro tempo, o ataque pouco produziu.

Continua depois da publicidade

Foi preciso uma grande jogada individual de Gabriel Jesus pela ponta direita para o gol sair. O camisa 9 recebeu lindo lançamento de Daniel Alves, dominou no peito, chamou Trauco para dançar e cruzou. Éverton Cebolinha, sozinho na ponta esquerda da área, finalizou. Com o gol, o atacante se tornou artilheiro da Copa América, com três gols.

Depois das duas finalizações antes dos cinco primeiros minutos, a seleção do Peru não conseguiu mais chegar ao gol do Brasil. Mas, aos 40 minutos, o Peru conseguiu empatar, após uma polêmica marcação de pênalti. Cueva cruzou e a bola bateu na mão de Thiago Silva, caído no chão. O juizão apontou a marca da cal. O VAR chamou para revisão. Mesmo assim, o árbitro chileno Roberto Tobar manteve a decisão. Guerrero acabou com a invencibilidade da defesa brasileira e marcou o gol para o Peru. O atacante empata com Cebolinha como artilheiro da Copa América.

Quando tudo indicava que o jogo iria empatado para o vestiário, Gabriel Jesus marcou o segundo para o Brasil. Firmino roubou, tocou para Arthur, que caminhou com ela e deixou Jesus cara a cara com o goleiro. O camisa nove finalizou e botou a seleção brasileira na frente novamente.

45 minutos finais

O segundo tempo começou com a seleção brasileira dominando as ações, mas sem conseguir aumentar o placar. Coutinho teve duas oportunidades em suas jogadas clássicas. O meia abriu, puxou para o pé direito e finalizou; a primeira passou raspando a trave, a segunda foi travada.

Depois de um início controlado, a seleção brasileira viveu um momento de pressão e sem conseguir jogar. Como de costume, o time recuou e aceitou a pressão do Peru. Apesar da pouca qualidade dos peruanos, Guerrero e companhia iam na vontade. Para aumentar ainda mais o drama da seleção brasileira, Gabriel Jesus tomou o segundo cartão amarelo após entrada em Tapia e foi expulso. O camisa 9 saiu fazendo gesto de “roubo” e foi flagrado chorando copiosamente na escadaria que leva ao vestiário.

Mesmo com um jogador a menos, a seleção brasileira ainda conseguiu aumentar o marcador, aos 44 minutos. Éverton Cebolinha fez uma jogada de craque, entrou na área e levou um tranco. O juiz chileno marcou pênalti. O VAR entrou em ação, novamente, e chamou o árbitro para revisar o lance. O juizão manteve a decisão e apontou para a cal. Richarlison, que até caxumba pegou nessa Copa América, marcou e fechou o caixão.

(Por Dentro da Notícia/jovempan)

Siga o Site Por Dentro da Noticia também no Instagram https://www.instagram.com/por_dentro_da_noticia_/?hl=pt-br, e fique por dentro de todas as novidades!

VER PRIMEIRO

Receba as notícias do Site Por Dentro da Notícia em primeira mão. Clique em curtir no endereço baixo https://www.facebook.com/pordentrodanoticiaoficial/?ref=bookmarks .

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here