(Foto: Reprodução/Globo Esporte)

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE.

Resultado de imagem para quase tudo eletronicos

O primeiro tempo começou pegado, com o medo de perder estampado no rosto de torcedores e levando o clima ao campo. Não aconteceu nada de tão extraordinário até que Nández encontrou Benedetto em linda enfiada aos 44 minutos. O iluminado atacante pôs o Boca na frente numa bela jogada. O River voltou melhor e chegou ao empate com Pratto, aos 22, depois de uma linda tabela entre Nacho Fernández e Palacios. Era quem mais mostrava gana para vencer.

Veio o tempo extra e com ele o lance mais determinante. Logo no primeiro minuto, Barrios recebeu o segundo amarelo e vermelho por uma entrada de força excessiva em Palacios. O River avançou, o Boca recuou, procurando passar o tempo. Mas não estava nos planos de outro colombiano, Quintero. Ele acertou um lindo chute da entrada da área aos três do segundo tempo e colocou os Millonarios na frente. Quando estava com nove (Gago saiu lesionado), o Boca ainda teve a chance de empate com Jara, que acertou o pé da trave, mas Pity Martínez fechou o caixão no lance seguinte, com o gol escancarado diante do desespero do goleiro Andrada. (Globo Esporte)

 

VER PRIMEIRO

Receba as notícias do Site Por Dentro da Notícia em primeira mão. Clique em curtir no endereço baixo https://www.facebook.com/pordentrodanoticiaoficial/?ref=bookmarks .

**Envie notícias, fotos, vídeos e sugestões de matérias para o Site Por Dentro Da Notícia pelo WhatsApp (33) 99121-8257.**

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here